INSS conclui a revisão de 10 milhões de eventos no eSocial

Tempo de leitura: 1 minuto

Apenas 40 empresas de um total de 1.400 ainda estão retidas com pendencias no INSS, a previsão de tratamento é até o fim de maio de 2019. A questão é devido a conclusão de 10 milhões de processamento de eventos previdenciários no eSocial que estavam retidos por apresentar alguma inconsistência cadastral. Os eventos cadastrados estão sendo apresentados no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS.

Confira a notícia completa abaixo:

O INSS avisa que concluiu o processamento de 10 milhões de eventos previdenciários oriundos do eSocial que estavam retidos por apresentar alguma inconsistência cadastral. Esses eventos, agora já devidamente tratados, estão sendo apresentados no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS.

De acordo com o INSS, apenas 40 empresas de um total de 1.400 inicialmente retidas ainda estão com pendência e com previsão de tratamento até o fim de maio/19. A autarquia também complementa que o atraso na migração dos dados que ocorreu para os empregados dessas empresas não impediu o reconhecimento de direito a benefícios previdenciários requeridos neste período.

Aos trabalhadores com filiação como empregado que não possuam remunerações no CNIS, é oportunizado que apresentem documentação complementar para comprovar o vínculo empregatício, bem como as remunerações, conforme previsto nos incisos I e II do art. 10 da IN 77/2015.

Caso os eventos de empregados ainda não estejam aparecendo no CNIS, empregadores poderão enviar um e-mail para eventosretidosesocial@inss.gov.br.

Fonte: Convergência Digital