Bahia recuperou R$ 223 milhões em ICMS com cruzamento eletrônico de informações

Tempo de leitura: 1 minuto

A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba) recuperou R$ 223 milhões em ICMS devido nos últimos dois anos.

O resultado foi obtido através de identificação de inconsistências no cruzamento de dados dos documentos fiscais eletrônicos. Quase 16 mil contribuintes foram informados sobre as inconsistências e tiveram oportunidade de corrigir as mesmas (autorregularização), evitando assim possíveis multas.

A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia realizará novas ações de cruzamento de dados com objetivo de identificar possíveis inconformidades no recolhimento de tributação.

Já está em curso um cruzamento com foco nas empresas do Simples Nacional que declararam indevidamente isenção no Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples (PGDAS-D).

Para 2019 mais três ações estão previstas com base nas informações das operadoras de cartões de crédito e débito.

A comunicação das inconsistências é realizada através do Domicílio Tributário Eletrônico, o canal de comunicação direta entre o fisco e as empresas. Os contribuintes comunicados podem acessar o demonstrativo das divergências identificadas e tomar as ações necessárias para resolver as pendencias.

Para maiores detalhes das verificações acesse a notícia publicada no site da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia: Sefaz-Ba recupera R$ 223 milhões com cruzamento de dados fiscais.